Retrospectiva junho 2016

O Jardim das Palavras (言の葉の庭)Cinco Centímetros por Segundo (秒速5センチメートル)Deadpool (Deadpool)Naruto (6ª Temporada) (ナルト シーズン6)

Shokugeki no Souma (食戟のソーマ)Sekaiichi Hatsukoi Movie: Yokozawa Takafumi no Baai (劇場版 世界一初恋 横澤隆史の場合)Sekaiichi Hatsukoi (1ª Temporada) (世界一初恋 )Sekaiichi Hatsukoi (2ª Temporada) (世界一初恋 2)

Sekaiichi Hatsukoi OVA (世界一初恋 OVA)Junjou Romantica (1ª Temporada) (純情ロマンチカ)Junjou Romantica (2ª Temporada) (純情ロマンチカ2)Koisuru Boukun (恋する暴君)

Hybrid Child (ハイブリッド チャイルド)Seito Kaichou ni Chuukoku (生徒会長に忠告)Kaichou wa Maid-sama! (会長はメイド様!)Love Stage!! (ラブ ステージ)

Gakusen Toshi Asterisk (Gakusen Toshi Asterisk )Como Eu Era Antes de Você (Me Before You)

Mais um mês terminou, e como estava demonstrando a tendência do mês passado continuei focada nos animes, estou assistindo vários, mas só coloquei aí em cima os que terminei todos os episódios da temporada. Eu cansei um pouco de Naruto, então parei na 6 temporada, devo continuar depois.

Para fazer aquela postagens sobre mangá, eu li um bocado de material a respeito e acabei encontrando algumas variações de estilo que me deixaram curiosa, principalmente quando vi a quantidade de blogs e fãs que existem sobre o estilo, e fui atrás de assisti os que o pessoal me recomendou, até li alguns mangás, alguns eu devo admitir que gostei bastante, outros…nem coloquei eles aí em cima.

Em junho a Netflix liberou em seu catalogo vários animes e doramas, assisti dois deles:

O Jardim das palavras (2013) e Cinco centímetros por segundo (2007): Ambos são lindos, mas preferi o primeiro que é visualmente impressionante. Super indico os dois.

Deadpool (2016): Me diverti horrores assistindo esse, achei muito legal os comentários sobre os outros filmes, principalmente sobre a franquia X-Men, ficou realmente ótimo.

Shokugeki no Souma (2015): Já falei aqui.

Junjou Romantica (1,2 e 3 temporadas 2 OVA’s): Como disse na introdução do post, ao pesquisar sobre mangás fiquei curiosa sobre o Yaoi, e acabei descobrindo a comunidade fujoshi (meninas que são fãs de Yaoi) e recebi algumas recomendações para começar a assistir..Junjou romantica parece de longe o mais famoso, todo mundo me indicou e lá fui eu com a mente aberta assistir..e eu adorei!! A história é focada em três casais, e mostra a evolução de seus relacionamentos, é muito bonitinho, as inseguranças, o medo das outras pessoas descobrirem, o ciúme..não tem nada explicito (no anime), apenas beijos e insinuações de que “algo está acontecendo”. A autora do mangá que deu origem ao anime, Nakamura Shungiku, é a mesma de mais duas dessa lista, Sekaiichi Hatsukoi e Hybrid Child (Que também são ótimos)

Sekaiichi Hatsukoi (1 e 2 temporadas, 2 OVA’s): Essa  história está no mesmo universo de junjou Romantica, mas segue outros casais e seus dramas para ficarem juntos. Também é muito bom.

Hybrid Child (2014): É triste, mas ao mesmo tempo é muito lindo!!! Os Hybrid Child são seres incríveis que não são considerados humanos ou sequer máquinas, além de se assemelharem gradativamente aos humanos, crescendo refletindo o amor que recebem dos seus proprietários. O anime retrata justamente as situações entre essas inusitadas relações, mostrando o que cada um pode e quer fazer pelo outro!

Love Stage (2014): Muuuito divertido, espero que continuem a adaptação, Love Stage, conta a história de Izumi Sena, um rapaz nascido e criado em uma família super famosa no show business. Embora ele não se interesse em nada pelos holofotes e seja um otaku que só quer saber de desenhar mangá, ele acaba tendo que trabalhar em um comercial de TV. Por conta disso esbarra com o famoso ator Ichijou Ryouma, com quem co-estrelou em um projeto há dez anos atrás.

Seito Kaichou ni Chuukoku (2009): Kokusai é aluno de uma escola só para meninos. Ele é muito popular, chegando até a se tornar o presidente do Conselho Estudantil. Mas ele necessita de um vice-presidente… E é então que ele pede esse favor do seu kouhai (calouro) e rival do time de judô: Hasuhiro Chiga. Depois de se tornar o vice-presidente, Chiga percebe que Kokusai tem uma capacidade de atração muito grande, de uma forma que ele nem imaginava.

Koisuru Boukun (2010): A história começa com as frustrações de Morinaga Tetsuhiro, um estudante universitário apaixonado por seu senpai, Tatsumi Souichi. O único problema é que, além de seu senpai ser um verdadeiro tirano, mandando e desmandando no pobre Morinaga, ele também é homofóbico… Mas depois de ter um gostinho de como seria se fossem namorados, será que Morinaga conseguirá controlar seus sentimentos?

Kaichou wa Maid Sama! (2010): O colégio Seika era uma academia para rapazes e recentemente se tornou um colégio misto, por isso cerca de 80% de seus alunos ainda são do sexo masculino. Ainda por cima, era conhecido por seus alunos selvagens e sem a menor disciplina, sendo um ambiente bem impróprio para as meninas, que vivem assustadas devido às brincadeiras exageradas dos garotos e a falta de modos deles. Visando proteger as garotas e fazer com que esse lugar tenha padrões aceitáveis de comportamento e disciplina, Misaki Ayuzawa se torna a primeira presidente mulher do conselho estudantil do colégio. Logo ela se torna uma tirana para os garotos, sendo conhecida como “Presidente Demoníaca”, fazendo com que muitos deles a temam ou a odeiem. Por outro lado, é muito adorada pelas outras meninas e pelos professores. Mas, devido a problemas financeiros, é obrigada a trabalhar em meio período em um Maid Café, um café onde as garçonetes se vestem de empregadas e tratam seus clientes como seus mestres/patrões. Isso certamente arruinaria sua imagem como presidente rigorosa e séria, então ela tenta esconder isso a todo custo. Porém, seu segredo é ameaçado quando Takumi Usui, o garoto mais popular do colégio, descobre sobre sua vida dupla.

Gakusen Toshi Asterisk (2015): A segunda temporada já foi lançada. A Cidade conhecida como “Asterisk”, ficou famosa por ser o maior palco do mundo para a batalha de entretenimento integrado chamado “Wars”. Os garotos e garotas pertencentes as seis academias fazem os seus desejos e com o brilho dos armamentos em suas mãos, disputam a supremacia.

Como eu era antes de você (2016): Já falei aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s