Dica literária: A jornada de Robert Langdon

Robert Langdon é um personagem fictício, que protagoniza os romances “Anjos e demônios”(2000), “O código Da Vinci”(2003), “O simbolo perdido”(2009) e “Inferno”(2013), de autoria do escritor americano Dan Brown.

Os livros são brilhantemente escritos, com riqueza de detalhes e informações verídicas sobre obras, lugares, fatos históricos, isso faz com que o leitor fique um pouco perdido em que momento os conhecimentos passados são ficção ou realidade, e esse é sem duvida seu maior ponto forte.

Robert tem 46 anos na época de “O simbolo perdido”, é professor de iconografia religiosa e simbologia da Universidade de Harvard, suas especialidades incluem iconologia clássica, símbolos da cultura pré-cristã, arte da deusa, e a decodificação de cifras antigas. Ele já escreveu mais de uma dúzia de livros, incluindo a simbologia das seitas secretas e A Arte dos Illuminati, tem memoria fotográfica e sofre de claustrofobia, o medo de espaços fechados, por ter caído em um poço quando tinha 7 anos de idade. Descrito como atlético e charmoso, era praticante de mergulho e polo aquático, característica que o ajudou em várias situações nos livros.

A jornada de Robert inicia em “Anjos e demônios”, onde tenta impedir que uma antiga sociedade secreta destrua a cidade do Vaticano.

livro_anjos_demonios

Sinopse: Ás vésperas do conclave que vai eleger o novo Papa, Robert Langdon é chamado às pressas para analisar um misterioso símbolo marcado a fogo no peito de um físico assassinado em um grande centro de pesquisas na Suíça. Descobrindo a assinatura macabra no corpo da vítima – um ambigrama que pode ser lido tanto de cabeça para cima quanto de cabeça para baixo – é dos Illuminati, uma poderosa fraternidade considerada extinta há quatrocentos anos. A antiga sociedade ressurgiu disposta a levar a cabo a lendária vingança contra a Igreja Católica, seu inimigo mais odiado. De posse de uma nova arma devastadora, roubada do centro de pesquisas, ela ameaça explodir a Cidade do Vaticano e matar os quatro cardeais mais cotados para a sucessão papal. Correndo contra o tempo, Langdon voa para Roma junto com Vittoria Vetra, uma bela cientista italiana. Numa caçada frenética por criptas, igrejas e catedrais, os dois desvendam enigmas e seguem uma trilha que pode levar ao covil dos Illuminati – um refúgio secreto onde está a única esperança de salvação da Igreja nesta guerra entre ciência e religião.

Em o “Código Da Vinci”, Robert se torna suspeito de um terrível assassinato e entra numa corrida para desvendar as pistas deixadas pela vitima, se deparando com um segredo que poderia mudar o mundo.

o codigo da vinci

Sinopse: Um assassinato dentro do Museu do Louvre, em Paris, traz à tona uma sinistra conspiração para revelar um segredo que foi protegido por uma sociedade secreta desde os tempos de Jesus Cristo. A vítima é o respeitado curador do museu, Jacques Saunière, um dos líderes dessa antiga fraternidade, o Priorado de Sião, que já teve como membros Leonardo da Vinci, Victor Hugo e Isaac Newton. Momentos antes de morrer, Saunière consegue deixar uma mensagem cifrada na cena do crime que apenas sua neta, a criptógrafa francesa Sophie Neveu, e Robert Langdon, um famoso simbologista de Harvard, podem desvendar. Os dois transformam-se em suspeitos e em detetives enquanto percorrem as ruas de Paris e de Londres tentando decifrar um intricado quebra-cabeças que pode lhes revelar um segredo milenar que envolve a Igreja Católica. Apenas alguns passos à frente das autoridades e do perigoso assassino, Sophie e Robert vão à procura de pistas ocultas nas obras de Da Vinci e se debruçam sobre alguns dos maiores mistérios da cultura ocidental – da natureza do sorriso da Mona Lisa ao significado do Santo Graal.

O “Simbolo perdido”, é ambientado em Washington e é mostrado de forma tão fascinante quanto o Vaticano ou Paris.

o simbolo perdido

Sinopse: Robert Langdon é convidado às pressas por seu amigo e mentor Peter Solomon – eminente maçom e filantropo – a dar uma palestra no Capitólio dos Estados Unidos. Ao chegar lá, descobre que caiu numa armadilha. Não há palestra nenhuma, Solomon está desaparecido e, ao que tudo indica, correndo grande perigo. Mal’akh, o sequestrador, acredita que os fundadores de Washington, a maioria deles mestres maçons, esconderam na cidade um tesouro capaz de dar poderes sobre-humanos a quem o encontrasse. E está convencido de que Langdon é a única pessoa que pode localizá-lo. Vendo que essa é sua única chance de salvar Solomon, o simbologista se lança numa corrida alucinada pelos principais pontos da capital americana: o Capitólio, a Biblioteca do Congresso, a Catedral Nacional e o Centro de Apoio dos Museus Smithsonian. Neste labirinto de verdades ocultas, códigos maçônicos e símbolos escondidos, Langdon conta com a ajuda de Katherine, irmã de Peter e renomada cientista que investiga o poder que a mente humana tem de influenciar o mundo físico. O tempo está contra eles. E muitas outras pessoas parecem envolvidas nesta trama que ameaça a segurança nacional, entre elas Inoue Sato, autoridade máxima do Escritório de Segurança da CIA, e Warren Bellamy, responsável pela administração do Capitólio. Como Langdon já aprendeu em suas outras aventuras, quando se trata de segredos e poder, nunca se pode dizer ao certo de que lado cada um está.

No recentemente lançado “Inferno”, Robert Langdon é arrastado para um mundo angustiante centrado em uma das obra literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri.

images

Sinopse: Numa corrida contra o tempo, Langdon luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o arrasta para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo o sombrio poema de Dante, Langdon mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.

Robert Langdon já foi transportado para as telas do cinema, sendo interpretado pelo ator americano ganhador de dois Oscar, Tom Hanks, “O código Da Vinci” em 2006 e “Anjos e demônios”  em 2009. “O simbolo perdido” (meu preferido) já teve suas filmagens adiada inúmeras vezes, contudo de acordo com o Mundo POP, a previsão é de que ainda em 2013 as filmagens sejam iniciadas, mas um dos problemas a ser enfrentados, porém, é a disponibilidade de Tom Hanks que está envolvido em outros projetos como: “Captain Phillips”, “Saving Mr. Banks” e “In the Garden of Beasts”.

robert langdon

Fontes:

Wikipedia, Skoob, RandomHouse.

Anúncios

2 comentários sobre “Dica literária: A jornada de Robert Langdon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s