A História da Pixar!!!

Pixarlogo1

Acredito que todo mundo já ouviu falar da PIXAR , com seus sucessos monstruosos de bilheteria e diversos prêmios, além de ser a responsável pelo modelo de animação que conhecemos hoje.

Dentre seus filmes meus favoritos são: Toy Story, Mostros S.A,  Procurando Nemo e Wall-E. Mas todos são bons, isso é uma característica que eles conseguiram manter até hoje.

Bom, eu sempre tive curiosidade de saber mais de sua história e dei sorte de passar pelo canal que estava passa o documentário “A história da Pixar” (2007), e fiquei bem surpresa com os personagens que participaram de sua trajetória, com nomes como George Lucas e Steve Jobs!!

O legal do documentário é que ele trás imagens dos bastidores da empresa, relatos dos envolvidos, a preparação dos filmes, pedaços dos curtas, comerciais e outros trabalhos deles, para quem tem curiosidade em conhecer mais da PIXAR vale a pena conferir.

Resumão: A companhia começou como uma divisão da Lucasfilm (George Lucas – Star Wars), chamada de Graphics Group, liderada pelo Dr. Edwin E. Catmull do New York Institute of Technology. A Graphics Group criou softwares de computação gráfica e colaborou com a Industrial Light & Magic na criação de alguns efeitos visuais, principalmente nos filmes Star Trek II: The Wrath of Khan e Young Sherlock Holmes. Em 1986 a companhia foi comprada por Steve Jobs (co-fundador da Apple Inc.) por US$10 milhões, se estabelecendo como uma companhia independente, com Catmull como presidente e Jobs como CEO.

A companhia foi rebatizada “Pixar”, uma combinação da palavra “pixels” e da palavra “art”, que é o que a animação pretende, fazer arte através de pixels. No princípio a Pixar era uma companhia de hardware, com seu produto primário sendo o computador Pixar Image Computer. Um dos maiores compradores do computador era a Walt Disney Pictures, que mais tarde em colaboração com a Pixar desenvolveu o CAPS, um software que permitia colorizar animação tradicional no computador.

O Image Computer nunca fez muito sucesso, e para tentar alavancar vendas, um dos empregados, John Lasseter, produzia curtas animados como Luxo Jr. que mostravam as capacidades do aparelho. Depois a divisão de animação passou a fazer comerciais. Mas Jobs gastava tanto dinheiro na companhia, que só reconsiderou a idéia de vendê-la em 1991, quando após demissões em massa a Pixar assinou um contrato com a Disney por US$26 milhões para fazer três longas animados, o primeiro sendo Toy Story, lançado nos cinemas em 1995. Todos os principais filmes da Pixar produzidos até hoje foram feitos em colaboração com a Walt Disney Pictures; a Pixar cuida de todos os aspectos de produção enquanto a Disney cuida de todos os aspectos da distribuição. Em 1995, depois do lançamento de Toy Story, ambas as companhias assinaram um contrato de 10 anos ou 5 filmes na qual as duas companhias dividem os custos de produção e lucros — com a Disney recebendo 12.5% dos dividendos e os direitos dos filmes. O acordo foi muito lucrativo para ambas as empresas, já que os filmes da Pixar tem sido muito mais bem sucedidos que os filmes de animação da própria Disney. Os nove filmes de longa-metragem da Pixar arrecadaram mais de $ 4 bilhões, fazendo dela, filme a filme, a mais bem sucedida casa de filmes de todos os tempos. Contudo, o CEO da Disney, Michael Eisner, e Jobs não se entenderam. Por causa de discordâncias pessoais e profissionais, o filme Carros ficou determinado como o último da união das duas empresas.

As duas companhias tentaram um novo entendimento no começo de 2004. Para o novo acordo, a Pixar apenas queria pagar à Disney uma taxa de distribuição sem divisão de lucros ou direito de propriedade. Isso era inaceitável para a Disney, mas a Pixar recusou quaisquer concessões. A Pixar saiu em busca de uma nova empresa para distribuir seus filmes, e muitas outras firmas ficaram ávidas por um acerto. A Disney retém os direitos dos primeiros filmes e poderia fazer seqüências para eles, tanto que iniciou a produção de Toy Story 3, sem o envolvimento da Pixar. Porém, em Janeiro de 2006 as duas empresas finalmente chegaram a um acordo e a Disney comprou a Pixar por US$ 7,4 bilhões. Jobs tornou-se, assim, o maior acionista individual da Disney.

Longas-metragens

montagem pixar

1995 – Toy Story

1998 – Vida de inseto

1999 – Toy Story 2

2001 – Monstros S.A

2003 – Procurando Nemo

2004 – Os incríveis

2006 – Carros

2007 – Ratatouille

2008 – Wall-E

2009 – Up – Altas aventuras

2010 – Toy Story 3

2011 – Carros 2

2012 – Valente

2013 – Universidade dos monstros

2014 – The Good Dinosaur (em produção)

2015 – Inside Out (em produção)

Curtas-metragens

1984 – The Adventures of André & Wally B.

1986 – Luxo Jr.

1987 – Red’s Dream

1988 – Tin Toy

1989 – Knick Knack

1997 – Geri’s Game

2000 – For the Birds

2002 – Mike’s New Car

2004 – Boundin’

2005 – Jack-Jack Attack

2005 – One Man Band

2006 – Mater and the Ghostlight

2006 – Lifted

2007 – Your Friend the Rat

2008 – Presto

2008 – BURN-E

2008 – Cars Toons

2009 – Parcialmente Nublado

2009 – Dug’s Special Mission

2010 – Day and Night

2011 – Toy Story Toons: Hawaiian Vacation

2011 – Toy Story Toons: Small Fry

2012 – La Luna

2012 – Toy Story Toons: Partysauruas Rex

2012 – The Legend Of Mor’du

2013 – The Blue Umbruella

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s