Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte

Oi gente, hoje acordei com vontade de falar de personalidades pernambucanas, o titulo desta postagem é um pedacinho da musica de Lenine Leão do Norte:

Admito que apesar de sempre valorizar a cultura de meu estado, fiquei bem surpresa com algumas pessoas da lista que me apareceu ao fazer a pesquisa, confiram:

Na literatura: João Cabral de Melo Neto, Nelson Rodrigues, Manuel Bandeira, Clarice Lispector,Joaquim Nabuco, Álvaro Lins, Marcos Vilaça, Martins Júnior, Josué de Castro, Olegário Mariano, Adelmar Tavares, Carlos Pena Filho, Antonio Lavareda, Luiz Felipe Pondé, Ricardo Noblat, Marcelino Freire, Joaquim Cardoso, Manuel Correia de Andradre, Roberto Lira, Evaldo Cabral de Mello, José Condé, João Carneiro de Sousa Bandeira, Antonio Herculano de Sousa Bandeira e Leôncio Basbaum.

No teatro, cinema e televisão: Marco Nanini, Arlete Salles, Chacrinha,Hermila Guedes, Virgínia Cavendish, Guilherme Berenguer, Bruno Garcia, Patrícia França, Carmem Verônica, Arlindo Grund, Guel Arraes, João Falcão, Aguinaldo Silva, Armando Babaioff, Irandhir Santos, Anthero Montenegro, Tuca Andrada, Fabiana Karla, Lucy Ramos, Arnaud Rodrigues, Aramis Trindade, André Valli, Ilva Niño, Walter Breda, Gustavo Falcão, Giselle Tigre, Pedro Malta, Luiz Armando Queiroz, Lívia Falcão, Rayana Carvalho, Raquel Galvão, Edmílson Barros, Renato Góes, Katia Mesel, José de Anchieta, Lírio Ferreira, dentre outros tantos. Também nasceram em Pernambuco modelos de grande destaque internacional, como Arthur Sales, Emanuela de Paula, Isabella Melo, Rhaisa Batista, Luana Mourato, entre outros.

Na música: Luiz Gonzaga, Bezerra da Silva, Lenine,Alceu Valença, Michael Sullivan, Chico Science, Otto, Geraldo Azevedo, Nando Cordel, Dominguinhos, Fred Zero Quatro, Ortinho, José Carlos Burle, Fernando Lobo, Cynthia Zamorano, Reginaldo Rossi, Jorge de Altinho, Capiba, entre muitos outros; além de instrumentistas de renome internacional, como Naná Vasconcelos, Robertinho do Recife, Antônio Nóbrega, Miguel Kertsman, Marlos Nobre, Antônio Meneses, Luperce Miranda, James Strauss, Walter Wanderley, João Pernambuco, dentre outros tantos.

Nas artes Plásticas: Cícero Dias, Vicente do Rego Monteiro, Romero Britto, Francisco Brennand, Mestre Vitalino, J. Borges, Aloísio Magalhães, Andree Guittcis e Abelardo da Hora.

No esporte: Vavá, Rivaldo, Juninho Pernambucano,Ricardo Rocha, Manga, Biro-Biro, Ademir Menezes, Almir Pernambuquinho, Manoel Tobias, Karol Meyer, Carlos Burle,Jaqueline Carvalho, Dani Lins, Pampa, Yane Marques, Beto Monteiro, Teliana Pereira, Joanna Maranhão, Keila Costa, Wagner Domingos, Luizomar de Moura, Guga Zloccowick.

E tenho certeza que tem muitos outros, bom hoje, para começar, vou falar do rei! Não o Roberto, o Reginaldo o “Rei do brega”, Reginaldo Rodrigues dos Santos Rossi, nascido em Recife em 14 de fevereiro de 1944.

Imagem

Foi professor de matemática e estudou engenharia antes de iniciar sua carreira artística em 1964 sob a influência dos Beatles e integrando-se à Jovem Guarda. No início, imitava Roberto Carlos.

Orgulha-se ao dizer que foi o primeiro cantor de rock do Nordeste, quando comandava o grupo The Silver Jets.

Sua primeira gravação foi “O Pão”, nome do seu primeiro disco, lançado em 1965 pela Chantecler. O sucesso veio mesmo com “Mon Amour, Meu Bem, Ma Femme”, regravada dezenas de vezes por vários artistas. Nos anos 70 saiu da cena roqueira jovem e dedicou-se ao repertório popular e reconhecidamente brega, fazendo imenso sucesso no Nordeste e permanecendo praticamente esquecido no eixo Rio-São Paulo. Em fins da década de 90 houve um ressurgimento de Reginaldo Rossi no sul do país, provocando relançamento de seus discos em CD. O cantor e compositor passou a ser visto como “cult” e assinou contrato com a gravadora Sony. Com cerca de 50 discos lançados, entre inéditos e coletâneas, tem mais de trezentas composições gravadas e faz uma média de 25 shows por mês, em todo o Brasil.

Sua base é o Recife, mas tem fã-clubes espalhados pelas principais capitais brasileiras: Salvador, Fortaleza, Natal, João Pessoa, Maceió, Brasília, Porto Alegre, São Paulo, Manaus, entre outras, onde é conhecido por ‘O Rei da MBB(Música Brega Brasileira)’.

Suas músicas mais conhecidas são:

  • Se Meu Amor Não Chegar
  • Garçom (Reginaldo Rossi)
  • A raposa e as uvas (Reginaldo Rossi) (Eu gosto desta)
  • O pão (Reginaldo Rossi, Orácio Faustino e Namyr Cury)
  • Deixa de banca (versão de Borogodá, de Pocker, feita por Eduardo Araújo e Ferrer)
  • Tô doidão (Picket e F. Thomas)
  • Mon amour, meu bem, ma femme (Cleide)
  • Era Domingo (Reginaldo Rossi)
  • Ai, Amor (Reginaldo Rossi)

Admita, com certeza você já deve ter ouvido pelo menos uma!!

Anúncios

2 comentários sobre “Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s