Zhang Ziye

Imagem

Zhang Ziyi (34 anos) é uma atriz e modelo chinesa, antes de ficar famosa no cinema, estudou danças tradicionais chinesas. Aos nove anos, foi matriculada na escola Xuanwu, e dois anos depois, na Academia de Dança de Pequim. Aos 15, porém, decidiu mudar de carreira e passou a cursar artes dramáticas, com certeza sua formação em dança a ajudou bastante, visto que apesar de ela atuar em muitos filmes de kung-fu, ela não é realmente um artista marcial treinada, então na verdade ela usa muitos movimentos de dança em suas sequencias de luta. Aos 17 anos, começou a frequentar a Academia Central de Drama em Pequim. Ao mesmo tempo, atuou como modelo e fez alguns comerciais.

Seu primeiro filme foi gravado em 1996, Touching Starlight (sem tradução em português). Feito para a televisão chinesa, foi baseado em uma história real: uma jovem dançarina perde o movimento das pernas e decide criar um programa de rádio para incentivar outros portadores de deficiências físicas. Em 1999, aos 19 anos de idade, ela teve o primeiro trabalho com um diretor reconhecido internacionalmente, Zhang Yimou, no filme O Caminho para Casa, ganhador do Urso de Prata no Festival de Berlim de 2000, onde interpretou Zhao Di, uma camponesa que se apaixona por um professor da cidade que veio dar aulas no vilarejo onde morava.

Seu primeiro filme em Hollywood foi “A hora do rush 2”, com Jack Chan, na época ela não sabia falar inglês, Chan tinha que traduzir tudo que o diretor falava para ela.

Seu filme de maior destaque com certeza foi “O Tigre e o Dragão” (2000), um dos meus filmes favoritos, cujo qual contracenou com Chow Yun-Fat e Michelle Yeoh.

Imagem

No mesmo ano fez filmes de pouca repercussão internacional: o chinês “The Legend of Zu” e a superprodução coreana “Musa” (ambos sem tradução em português). O sucesso seguinte viria no filme “Herói”, de 2002, contracenou com Jet Li, Tony Leung Chiu-Wai e Maggie Cheung.

Em 2003 fez o papel da guerrilheira Ding Hui no filme “Borboleta Púrpura”, que narra a atuação da resistência à ocupação japonesa na China dos anos 30. No ano seguinte, 2004, participou de três filmes. O mais conhecido no Brasil é “O clã das adagas voadoras”, produção de artes marciais dirigida por Zhang Yimou, onde interpreta Mei, uma dançarina cega.

Imagem

Também fez a prostituta de luxo Bai Ling em “2046 – os segredos do amor”, depois gravou “Três Gerações, Um Destino”, interpretando três gerações de mulheres – mãe (Mo), filha (Li) e neta (Hua). Em 2005, ganhou o papel de protagonista em Memórias de uma Gueixa, dirigido por Rob Marshall e rodado nos EUA. Baseado no livro de Arthur Golden. Está atuação lhe rendeu uma indicação ao Globo de Ouro de melhor atriz-drama.

Imagem

Ela participou de alguns outros filmes, contudo nenhum de repercussão tão grande quanto os citados acima.

Se quiser conhecer a filmografia completa veja aqui.

Além da sua brilhante carreira cinematográfica, que lhe valeu tantos elogios e aplausos do público em todo o mundo, é também uma defensora apaixonada das causas em que acredita. Embaixadora Mundial dos Jogos Paraolímpicos, promove eventos desportivos para pessoas com deficiência mental e é porta-voz da “Care for Children”, programa de casas de acolhimento na China.

De acordo com a classificação da revista Forbes, Zhang Ziyi lidera a lista de mulheres mais famosas da China e é a que possui maior influência social.

Imagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s